O Swing em Portugal, o Tabu das Mulheres Pagas – By TugaEris

4 min de leitura

Este artigo tem a autoria de “TugaEris”, uma autora convidada que regularmente escreve no Blog Escortera. O Escortera.com apenas revisou a grafia e o contexto editorial do mesmo, não sendo assim responsável pela veracidade ou fidelidade das informações nele veiculadas.

Muito se fala do mundo do swing, como funciona e existe um tema que é sempre «tabu» :

Existem mulheres contratadas no mundo do swing?

Vou responder a esta pergunta de forma generalizada, com base em todos os clubes de swing a que já fui até hoje.

Nenhum dos clubes onde fui tinha mulheres a receber qualquer pagamento fosse que fosse por qualquer serviço.

Os clubes de swing na sua maioria funcionam como se fosse uma «casa de familia». São locais privados e discretos com publicidade divulgada em sítios específicos de modo a atingir o seu público alvo, os casais com uma mente aberta. Para qualquer um conseguir lá entrar terá de efectuar um contacto telefónico prévio e à porta do local poderá ainda ter de ser feita uma selecção de acordo com as normas de cada clube.

A maioria das pessoa que fazem parte do staff do clube, sejam bartender, relações publicas etc.. não são pessoas contratadas, mas sim utilizadores frequentes do clube que acreditam no seu conceito e disponibilizam os seus serviços de modo a beneficiar o espaço onde se sentem confortáveis.

 

As Acompanhantes de Luxo não são desejadas nos Clubes Swinger
As Acompanhantes não são desejadas nos Clubes Swinger

 

Isto para terem noção que se o espaço não paga a staff normal, não faria qualquer sentido pagar a mulheres ou acompanhantes para estarem no local.
As mulheres que estão no local vão enquanto casal ou singles femininas.

As singles femininas são mulheres que se divorciaram, que tipicamente já eram frequentadoras do clube enquanto casal e que agora mantêm-se sozinhas, sendo que por vezes algumas pertencem a relações a três ou são amigas de algum casal Swinger.

As minhas favoritas e as com quem mais tenho convivido são as mulheres single ninfomaníacas! Mulheres que adoram sexo por mero prazer! Casadas ou solteiras que procuram nestes clubes quantidades industriais de orgasmos.

Posso-vos confidenciar que há umas semanas atrás quatro singles masculinos entraram num clube, ressalvo que às sextas-feiras é permitida a entrada a homens sozinhos, encontraram uma ninfomaníaca e após algum tempo de convívio, ela subiu para um dos quartos para uma festa a cinco. Algum tempo depois desceu triste, questionada se estava tudo bem respondeu:

– Quatro não valiam nadinha, nenhum deles me conseguiu fazer vir!

 

Ninfomaniacas exigem muitos orgasmos nos Clubes Swinger Portugueses
Ninfomaníacas exigem muitos orgasmos nos Clubes Swinger Portugueses

 

Isto é a pura realidade nos clubes swinger em Portugal e daí não existir a necessidade de os clubes contratarem mulheres para sexo, cada vez existem mais ninfomaníacas e estão nestes locais para satisfação própria sem limites.

As restantes mulheres e homens ao dirigirem-se para este tipo de espaços vão normalmente sempre com a intenção de ter sexo, desde que preenchidos os seus requisitos.

A única situação onde é possivel existir uma contratação comercial, será sempre da parte de homens que desejam ir a estes locais sem companhia feminina e que queiram frequentar num sábado à noite, noite tipicamente exclusiva a casais. Nesse caso um homem mais hábil e com posses financeiras, poderá sem conhecimento do clube, fazer-se passar por casal contratando para o efeito uma acompanhante de luxo, mas regra geral ainda que consiga entrar às primeiras vezes, estes homens acabam sempre por ser identificados e impedidos de entrar no futuro.

Porque estas acompanhantes de luxo apenas cobram para acompanhar estes homens ( e não para fazerem sexo, pois para o fazerem seriam cobradas quantias exorbitantes), no momento da «troca do casal» dizem sempre estar menstruadas, dando assim a oportunidade ao homem de entrar sozinho nas brincadeiras sexuais com os restantes presentes no espaço. Claro que os anfitriões de cada clube são pessoas tipicamente atentas e em caso de recorrência de tal prática por parte desses homens, acarreterá sempre um cartão vermelho / banimento do clube.

 

Eu TugaEris, numa cama comunitária para sexo em Grupo num Clube Swinger em Portugal
Eu TugaEris, numa cama  para sexo grupal num Clube Swinger em Portugal

 

Se vocês têm o fetiche de um dia visitar um clube de swing ou uma Sauna Liberal para Sexo, dou-vos toda a força para que visitem um. Termino este artigo deixando um aperitivo a todos os curiosos sobre o tema. Trata-se de uma foto de uma cama comunitária usada para orgias , isto num clube Swinger em Portugal onde estive recentemente. Espero que gostem.

 

TugaEris – Texto Exclusivo Escortera

www.tugaeriscam.com

TugaEris – A tua Amante Virtual 

Tuga Eris Cam Girl
Portuguesa camgirl de profissão realiza as tuas fantasia à distância de um click
O Swing em Portugal, o Tabu das Mulheres Pagas – By TugaEris was last modified: Junho 6th, 2018 by escortera

Um pensamento em “O Swing em Portugal, o Tabu das Mulheres Pagas – By TugaEris

  1. Mas esta tipa escreve em todo lado? Não conseguem melhor para escrever?
    Só diz asneira atrás de asneira.
    A selecção que existe nas casas de swing é igual a de uma discoteca.
    Ou a menina não acha normal? Atende todos os clientes que lhe tocam a porta?
    Telefonar primeiro é mentira.
    O que me espanta é esta menina que é agora acompanhante andar metida nos swings e vir para aqui escrever que as acompanhantes não podem entrar.
    Tantas amigas minhas acompanhantes que já foram comigo!
    Nunca fui expulso! Um bom cliente que sabe o seu lugar pode até levar a mãe!
    Isto é um ataque as acompanhantes vindo de uma e que só escreve treta.
    Maioria divorciadas? A menina é louca!
    Será melhor verificarem pelos número dela se é só escritora.
    Eu vou pegar neste artigo e divulgar nos clubes de swing que frequento

    933892485/910797663/911702026

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.