Ano em Revista 2021 pela Pornhub

Comparativo de consumo de Pornografia entre a Geração Z, os Millennials, a Geração X e os Baby Boomers

6 min de leitura

Por vezes gostamos de vos trazer noticias do mundo, noticias essas que não estejam necessariamente relacionadas com o mundo das acompanhantes e prostituição de luxo que costumam ser os temas típicos no blog do Escortera.  Dito isto, decidimos desta vez trazer-vos uma pequena curiosidade sobre o consumo de pornografia no mundo, consumo esse que tem vindo a aumentar de forma generalizada, desde que encetámos estes quase 2 anos de pandemia COVID19.

O site Pornhub.com acabou de publicar o seuAno em Revista” para 2021, que nos vem elucidar sobre as disparidades nos padrões de consumo de pornografia entre membros da Geração Z, da geração Millennials, da geração X  e  dos Baby Boomers.

Para que fique claro sobre que faixas etárias correspondem cada um destes segmentos, lembramos que a geração Z compreende todos aqueles e aquelas mais novos, aqueles foram nascidos pós 1997 e que hoje estão com idades compreendidas entre os 18 e os 24 anos.

Todos sabemos que os adolescentes menores de 18 anos consomem pornografia e se masturbam a rodos, mas para efeitos de apuramento estatístico (e também óbvios constrangimentos de índole legal), o PornHub apenas considerou os jovens com o mínimo de idade legal para ver pornografia, 18 anos, até ao limite máximo da categoria, que são os 24 anos.

Logo a seguir vêem os Millennials, que são todos aqueles nascidos entre 1987 e 1996 e que à data de hoje e do estudo Pornhub estão com as idades compreendidas ente os seus 25 e 34 anos.

Seguem-se depois a Geração X com aqueles que à data de hoje estão com idades compreendidas entre os seus 35 e 44 anos e por fim lá chegam os míticos Baby Boomers fase 2 e os Babyboomers iniciais do pós guerra, ou seja, todos aqueles que respectivamente estão hoje entre os 45-54 anos e os 55-64 anos de idade.

Os termos pornográficos mais pesquisados por Continente, segundo o PornHub em 2021
Os termos pornográficos mais pesquisados por Continente, segundo o PornHub em 2021

 

Esta análise anual por parte da Pornhub, se não a conhece, é em tudo semelhante ao Spotify Wrapped, excepto que em vez de catalogar as canções mais populares dos últimos 12 meses, informa-o sobre quais os filmes pornográficos que tiveram mais visualizações e/ou foram mais vezes adicionados aos favoritos nas playlists privadas.

Fornece uma imagem altamente completa e surpreendentemente analítica da actividade dos utilizadores do Pornhub, com estatísticas apresentadas sob a forma de listas e gráficos dos dez melhores.

Coisas como quais as personagens fictícias ou actrizes pornográficas que são mais frequentemente procuradas, se algumas áreas particulares dos Estados Unidos têm peculiaridades ou clamorosas divergências para com outras, e qual o aspecto demográfico básico do website, são todas elas reveladas através desta ferramenta comparativa que é publicada anualmente.

Se em anos passados o Pornhub “Ano em Revista” se focava mais nas diferenças de consumos de pornografia entre homens e mulheres e nas questões das diferenças entre géneros, com longas secções onde essas diferenças eram esmiuçadas, já este ano de 2021 decidiram focar-se noutro parâmetro sociodemográfico.

Assim e na mesma linha, o Ano em Revista do PornHub para 2021 tem uma secção inteira dedicada ao tema do envelhecimento da população e das principais diferenças entre o consumo de pornografia entre diferentes faixas etárias. Há algumas perspectivas intrigantes sobre como diferentes gerações utilizam e preferem consumir a pornografia, como por exemplo a forma como as pessoas da Geração Z e as pessoas da geração Baby-Boomers parecem ter interesses muito díspares no quesito da pornografia, entre tantas outras coisas giríssimas.

 

 

Qual a faixa etária que consome mais conteúdo pornográfico?

O grupo etário dos 25-34 anos é responsável por mais de um quarto de todas as visitas ao tráfego total do PornHub.com. A idade média de um visitante de Pornhub subiu para quase 37 anos de idade, de acordo com a página de insights (o que representa um aumento de 1 ano em relação à estimativa de 2020).

Dizemos “Estimativa” pois como bem sabemos, devido à pandemia COVID19 e outras vicissitudes com as quais a Pornhub tinha-se deparado, não houve “Ano em Revista do Pornhub” em 2020. Aliás agora que falamos no assunto, é bom recordar que o ano de 2020 foi péssimo para o PornHub (como foi para tanta gente devido ao COVID), com acusações de uso e publicação de imagens de menores e de violação, bem como todo o subsequente boicote da VISA e Mastercard que deixaram de processar pagamentos para a PornHub.

Retomando de novo ao assunto que vos trazemos com este artigo, a verdade é que houve uma pequena queda no consumo de pornografia entre os indivíduos mais jovens, com os visitantes com idades compreendidas entre os 18 e os 35 anos a registarem uma redução de 3 pontos percentuais, enquanto os com idades compreendidas entre os 35 e os 44 anos registaram um aumento da mesma proporção.

Consumo de pornografia em função da sua distribuição pelas diferentes gerações, segundo o Pornhub
Consumo de pornografia em função da sua distribuição pelas diferentes gerações, segundo o Pornhub

 

 

 

Quais as Categorias de Pornografia mais Populares por Grupo Etário?

De acordo com as estatísticas, os espectadores da Geração Z (aqueles entre os 18 e 24 anos) são mais propensos a ver vídeos de Lésbicas e Hentai, e são também mais propensos a ter fetiches com pés e fantasias de cosplay, bem mais do que as gerações anteriores e mais velhas.

Já as pessoas da Geração Millennials continuam a ter apetência por pornografia asiática, por filmes com mulheres tatuadas e elas e eles continuam a adorar ver homens musculados e avantajados.  A única semelhança nítida e clara entre estas duas gerações, Geração Z e Geração Millennials,  é a apetência e tentação pela categoria “MILF” que aparece de forma proeminente em cada uma das suas listas de preferências.

De acordo com os dados recolhidos sobre os Baby Boomers, aqueles já “velhotes” acima dos 46 anos, parece que continuam a ter preferências por porno mais clássico. As categorias denominadas “Animação porno”, “Pés,” e “Cosplay”, preferidas pelos muito jovens da geração Z, são aquelas que se destacam como sendo aquelas pelas quais não existe qualquer interesse por parte dos Baby Boomers.

Em vez dessas categorias, os “mais velhotes” Baby Boomers são todos eles mais propensos a assistir a vídeos porno com Velhas ou Maduras ou a vídeos porno onde a palavra “Massagens” está escrita nos seus títulos ou textos descritivos.

Quanto aos nascidos dentro da Geração X, tal como nos estudos Pornhub dos últimos anos (com excepção para o ano de 2020 sobre o qual não existiu nenhum estudo), esses continuam a ser mais propensos a gostar de material de Sexo Cartoon, Sexo Interracial (negros com brancas e viceversa) ou do Sexo Ébano (conhecido como sexo entre negros e negras).

A conclusão generalizada que se obtém desta interessante retrospectiva do ano de 2021 da PornHub, é a de que os grupos etários mais jovens costumam ser mais aventureiros, libertinos e criativos nas suas pesquisas por pornografia, enquanto que as gerações mais velhas tendem a aderir a categorias de pornografia mais padronizadas e clássicas.

Palavras de pornografia mais pesquisadas pelas diferentes geracoes
Palavras de pornografia mais pesquisadas pelas diferentes geracoes, segundo o Pornhub.com
Comparativo de consumo de Pornografia entre a Geração Z, os Millennials, a Geração X e os Baby Boomers was last modified: Dezembro 16th, 2021 by escortera

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *