Use preservativo com Acompanhantes

Acompanhantes e prostitutas – Doenças sexualmente transmissiveis

As acompanhantes de luxo e seus clientes correm o risco de contrair doenças sexualmente transmissiveis, caso não atentem para algumas regras básicas quando incorrem em práticas sexuais desprotegidas. É sabido que algumas acompanhantes, escorts e massagistas de “final feliz” costumam atender mais do que 10 clientes diferentes por DIA!!!, o que deixa as profissionais do sexo e seus clientes mais propensos quanto ao risco de contrair DSTs e o tão perigoso virus do HIV (SIDA). Escusado será dizer também que são às vezes os próprios clientes mal informados ou escudados numa total ausência de responsabilidade, que tentam forçar as acompanhantes de luxo a terem este tipo de encontros sexuais desprotegidos, alguns até oferecendo elevados valores monetários só para ficarem dispensados de utilizar preservativo. Também existem casos de Acompanhantes pouco éticas, veja esta noticia

O Escortera aconselha a toda e qualquer pessoa o uso obrigatório do preservativo como forma de prevenção da transmissão deste tipo de doenças. Se for Acompanhante ou Escort, recuse peremptoriamente qualquer relacionamento sexual com algum cliente que a tente convencer a tais práticas.

Caso tenha o infortúnio de suspeitar que contraiu qualquer doença sexualmente transmissivel, tenha o bom senso e ética de suspender imediatamente as suas actividades de acompanhante de luxo e procure ajuda médica imediata. Cada DST tem as suas particularidades e por isso não se auto-medique. Visite o seu médico de familia.

VIH e SIDA e as Acompanhantes de Luxo

Esta é a questão mais abordada por muitos consumidores de serviços de prostituição.
O VIH e a SIDA são normalmente duas palavras muitas vezes confundidas entre si e não são a mesma coisa. O VIH (vírus da imunodeficiência humana) é o vírus que despoleta a SIDA (síndrome de imunodeficiência adquirida).

Entre outras, algumas diferenças entre os 2 conceitos:
-> O VIH é um vírus e pode ser transmitido, a SIDA é uma doença final e é o resultado final causado pela infecção do VIH.
-> A SIDA é um conjunto de sintomas e doenças sentidas por todos os que têm o seu sistema imunitário completamente comprometido devido a uma anterior infecção pelo VIH;
-> O VIH pode ser transmitido de pessoa para pessoa pois é um virus, a SIDA não pode ser transmitida pois é uma doença;
-> É possível fazer-se testes de despistagem ao VIH mas não existe nenhum teste para detectar SIDA;

Pode levar bastantes anos para alguém ser diagnosticado com SIDA, após ter contraído o virus do VIH. Hoje em dia existem retrovirais ultra eficazes e são muitos os portadores de VIH que nunca irão desenvolver SIDA. Caso não haja tratamento imediato com retrovirais, o VIH passa a SIDA ao fim de poucos anos, levando inevitavelmente à morte do seu portador por uma outra qualquer doença que normalmente seria combatida eficazmente por um sistema imunitário saudável.
Lembre-se que ninguém morre de SIDA, as pessoas morrem das doenças oportunas que aparecem e que não conseguem ser combatidas por um organismo que não tenha defesas, que é exactamente o que o estado de SIDA causa. (causa a ausência ou uma quantidade muito diminuta de glóbulos brancos, defesas imunitárias ineficazes)

Uma coisa a reter é que a transmissão dos virus do VIH ocorre SEMPRE de uma destas formas: contato com sangue, sêmen do cliente, secreções vaginais da Acompanhante ou leite materno das acompanhantes com VIH. Qualquer outro tipo de excremento ou secrecão corporal não transmitem a doença. Regra de ouro, nunca fazer sexo vaginal e sexo anal desprotegidos com um acompanhante ou escort, pois existe claramente o intercontacto com semen, secreções vaginais e pode haver contacto com sangue (no caso do sexo anal). Relativamente ao sexo oral com uma acompanhante as possibilidade de transmissão são sempre mais diminutas, contudo o pre-semen ou semen podem estar presentes, liquidos vaginais estao presentes e o sangue também (podem existir problemas de sangramento de gengivas, aftas e feridas na cavidade bocal)

Relativamente aos sintomas, não existem normalmente sintomas relevantes após ter contraido o VIH, à excepção de um estado febril e indisposição ligeiros conforme relatado por alguns pacientes.

Já a SIDA essa possui sintomas iniciais bem mais acentuados e podem variar de pessoa para pessoa. Alguns dos sintomas iniciais são: febre persistente, calafrios, dor de cabeça, dor de garganta, dores musculares, manchas na pele, gânglios ou ínguas embaixo do braço, no pescoço ou na virilha.

Consulte aqui mais informações sobre os riscos do VIH e SIDA nas relações sexuais desprotegidas com Escorts e Acompanhantes

Use sempre preservativo com as Acompanhantes, Escorts ou massagistas com finais felizes. Proteja-se!
Use sempre preservativo com as Acompanhantes, Escorts ou massagistas com finais felizes. Proteja-se!

HEPATITE B e as Acompanhantes de Luxo
Infecção das células hepáticas (figado) pelo HBV (Hepatitis B Virus) que se manifesta por uma série de síndromes que vão desde a infecção imperceptível até a rápida progressão, chegando muitas vezes a ter um destino fatal ou quase fatal. Os seus sintomas mais comuns são a febre, náuseas, vômitos, falta de apetite, diarréia, astenia, icterícios (amarelado da pele e mucosas), entre outros.

A sua transmissão acontece através de: sangue ou líquidos contaminados com sangue (boca com sangramento de gengivas ou aftas), semen e secreções vaginais e com menos preponderância através da saliva. Até há pouco tempo não existia nenhum medicamento para cura directa, tratavam-se apenas os sintomas e as suas complicações. Nos últimos meses apareceram em Portugal alguns medicamentos das farmaceuticas Abbvie e Gilead que possuem uma taxa de cura de até 95% de doentes contaminados com o virus da Hepatite e os mesmos são inclusivé pagos /comparticipados pelo Estado. (ver noticia aqui)

Para qualquer acompanhante de luxo ou escort se prevenir (ou clientes!) é possível tomar a vacina específica e, para prevenção, valem os mesmo cuidados para com o VIH, ou seja, sexo sempre com preservativo e alguns cuidados nos contactos saliva/sangue.

HERPES GENITAL e as Acompanhantes de Luxo
A Herpes Genital é uma doença sexualmente transmissível e é diferente da comum herpes labial. Ficando incubada no sangue, ela vai despoletando feridas que aparecem de tempos a tempos. Um tratamento eficaz faz os sintomas desaparecerem, porém a herpes permanece sempre latente no corpo do paciente e retorna sempre nos momentos de baixa imunidade ou stress. A transmissão da herpes só consegue ocorrer quando há feridas ou bolhas, por isso pede-se às acompanhantes e escorts que inspeccionem discretamente e cuidadosamente a genitália e cavidade bocal dos seus clientes e viceversa. Os sintomas da infecção são vermelhidão, cegueira e dor nos órgãos genitais. Mais uma vez, em caso de desconfiança de ter contraido HERPES no decorrer das suas actividades de acompanhante, contacte o seu médico de familia, o seu ginecologista ou urologista. Por vezes um HERPES GENITAL recorrente e permanente nos homens, pode originar carcinomas.

SÍFILIS e as Acompanhantes de Luxo
A Sífilis tem 3 diferentes estágios para o seu desenvolvimento. Começa por provocar feridas nos genitais, depois entra na segunda fase onde apresenta manchas nos pés e mãos e por fim na última fase, pode evoluir e provocar cegueira do paciente, paralisia, doenças cardíacas, neurológicas e até a morte. A transmissão é feita através da relação sexual desprotegida com o acompanhante de luxo, da mãe para o bebê no processo de gravidez e através da transfusão de sangue contaminado. É possível prevenir a doença com o uso da caminha, exame de sífilis no pré-natal, transfusão de sangue sempre testado e auto-exame, mas lembre-se sempre que na profissão do sexo a regra base é usar sempre perservativo.

A GONORRÉIA e as Acompanhantes de Luxo
Doença sexualmente transmissível que só é adquirida através da relação sexual e deve ser tratada, pois provoca esterilidade na mulher acompanhante / Escort e pode ser transmitida no acto do parto, causando cegueira ao seu bebê.

A CLAMIDIA e as Acompanhantes de Luxo
É uma doença sexualmente transmissível (DST) causada pela bactéria Chlamydia trachomatis. A mesma pode ser contraída através do contacto sexual pela via anal, vaginal e mesmo oral e pode ser inclusivamente congênita, ou seja, pode ser passada de mãe para filho durante a gravidez. De mencionar que apesar da doença não se manifestar imediatamente no acto do contágio, a mesma começa de desenvolver sintomas logo após a 1ª à 3ª semana, sendo os mais comuns o corrimento vaginal (atenção, inspeccionar muito bem a vagina das Acompanhantes de Luxo, antes do bom minete), nos homens o corrimento peniano (meninas Acompanhantes, olhem muito bem para os pénis dos vossos clientes) e os típicos sintomas de dor abdominal ou a ardência ao urinar.
Atenção que uma clamidia não diagnosticada e não tratada podem sempre despoletar em inflamações gravíssimas da próstata, podendo desencadear inclusivamente cancro na próstata nos clientes homens e a infertilidade no caso das Acompanhantes de Luxo femininas.

Escortera Portugal – Acompanhantes e Escorts
Visite www.escortera.com

Acompanhantes e prostitutas – Doenças sexualmente transmissiveis was last modified: Outubro 6th, 2016 by escortera

4 pensamentos em “Acompanhantes e prostitutas – Doenças sexualmente transmissiveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *